Plano de Ação Municipal para Vacinação Covid-19
Chuí, 28 de Janeiro de 2021


OBJETIVOS

Objetivo Geral

Estabelecer diretrizes para as ações de operacionalização da vacinação contra a COVID-19 no município do Chuí, de forma complementar ao Plano Estadual, contribuindo para a redução de morbidade e mortalidade pela COVID-19, bem como redução da transmissão da doença.


Objetivo Especifico

Estruturar as ações, através das diretrizes estabelecidas, de forma a vacinar os grupos prioritários;
Estabelecer estratégias para a vigilância das vacinas contra o vírus∙ SARS-CoV-2, de forma a monitorar a segurança do produto a partir da notificação de eventos adversos pós-vacinação (EAPV;
Descrever a organização da rede de frio e a logística para o recebimento das vacinas e insumos


JUSTIFICATIVA

Desde o mês de janeiro de 2020, o mundo encontra-se sob a declaração de Emergência Internacional de Saúde Pública, deflagrada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em razão da Pandemia causada pela transmissão do vírus SARS-Cov-2, e a doença dela consequente, a COVID-19. Trata-se de uma doença com altíssimo potencial para produzir complicações sistêmicas e óbitos. O Rio Grande do Sul, segundo o Ministério da Saúde, na SE 49, apresentou uma incidência de cerca de 3.000 casos /100.000hab. Mesmo com a existência de outras medidas de prevenção e controle da infecção, a ocorrência de novos casos se mantém alta. A vacinação é uma das medidas mais bem sucedidas, na história da saúde pública, no que se refere ao controle de doenças. A estratégia de vacinação contra a COVID-19, diante deste cenário de emergência, portanto, precisa ser sistematicamente organizada, em consonância com o Plano Nacional e Plano estadual.


VACINAS CONTRA COVID-19

No atual cenário de grande complexidade sanitária mundial, uma vacina eficaz e segura é reconhecida como uma das principais medidas para o controle da pandemia.
Até o momento foram distribuídas pelo Estado a vacina Coronavac-Butantan/Sinovac, vacina Covishield-FioCruz/Oxford/Serum, Pfizer/Biontech e Janssen.
A especificações de todas elas estão disponíveis no plano estadual de vacinação.


Estrutura atual da Rede de Frio Municipal

O município do Chuí possui apenas uma sala de vacinas pública portanto a rede de frio tem capacidade compatível com sua demanda.
Contamos com 1 refrigerador doméstico de 342 litros e termômetro que marca temperatura máxima,mínima e momento.
Insumos
O setor de imunizações do município tem disponível seringas c/ agulha 25x6 que é a recomendada para a vacinação, e está recebendo periodicamente esses insumos da 3ªCRS.
Também tem 2 caixas térmicas plásticas de 44 l, 1 com termômetro acoplado e 2 caixas térmicas plásticas de 22l,1 com termômetro acoplado.
Os profissionais vacinadores têm disponíveis EPIs adequados para realização correta dos procedimentos em sala de vacina.

GRUPOS PRIORITÁRIOS

1) Profissionais da saúde: Recomendação sobre a estratificação dos grupos prioritários dos trabalhadores de saúde conforme pactuado em reunião com a diretoria do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul - COSEMS, no dia 25 de janeiro de 2021.

2) Pessoas de 60 anos ou mais acamadas (Programa de Atenção Domiciliar - PAD) e institucionalizados (Instituições de Longa Permanência para Idosos - ILPI).
a) Pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas.
b) Pessoas institucionalizadas ou domiciliadas com deficiências ou questões neurológicas graves.

3) População indígena ou comunidades de região tribal.

4) População quilombola.

5) Idosos (faixas etária): pessoas acima de 80 anos, 75 a 79 anos, 70 a 74 anos, 65 a 69 anos, 60 a
64 anos.

6) Morbidades
a) Diabetes mellitus b) Hipertensão arterial grave c) Doença pulmonar obstrutiva crônica d) Doença renal crônica e) Doenças cardiovasculares e cerebrovasculares f) Indivíduos transplantados de órgão sólido g) Anemia falciforme h) Câncer i) Obesidade grave (IMC≥40).

7) Trabalhadores educacionais a) Educação Infantil (pública e privada), Estadual, Municipal, Privada, Universitária.

8) Pessoas com deficiência institucionalizados.

9) Sistema Prisional: População privada de liberdade e Funcionários do sistema de privação de liberdade.

10)Pessoas em situação de rua.

11)Pessoas com deficiência permanente/severo.

12) Força de segurança e salvamento.

13) Caminhoneiros.

14)Trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário e metroferroviário.

15) Trabalhadores portuários.

16)Trabalhadores de transporte aéreo.

17)Trabalhadores da limpeza urbana e construção civil.

18)Gestantes e puérperas

19)População em geral de 18 a 59 anos, em ordem decrescente de idade.

No momento o município encontra-se no item 19 dos grupos prioritários.
Importante: A ordem de prioridade pode ser alterada em qualquer momento mediante realidade local e/ou orientação do nível central e regional do Estado.

Sistemas de informação

Registros de doses e notificação de EAPV

Todas as doses administradas nesta campanha de vacinação deverão ser registradas nominalmente na plataforma disponibilizada pelo ministério da saúde no endereço eletrônico www.si-pni.saude.gov.br .
O município possui cadastro de gestores e operadores do sistema e até a presente data todas as doses foram registradas.
Os EAPV serão notificados através da plataforma esus-notifica, que também já possui profissionais cadastrados para a operacionalização do sistema.


Locais de vacinação:

- Centro de Saúde;
- Vacinação extra muros, conforme cronograma da equipe vacinadora.
Não foram compradas vacinas com recursos próprios do município, todas as vacinas foram recebidas do nível central.


Vacinômetro:


Percentual de doses aplicadas:

Compartilhe!