Dos 22 municípios da zona sul, 16 decretaram situação de emergência devido as chuvas ocorridas em abril e no início de maio deste ano, sendo que deste total, quatro já tiveram o reconhecimento da Defesa Civil federal.

Dos 22 municípios da zona sul, 16 decretaram situação de emergência devido as chuvas ocorridas em abril e no início de maio deste ano, sendo que deste total, quatro já tiveram o reconhecimento da Defesa Civil federal. Os demais estão em fase de tramitação para a homologação. Dada a relevância desse tema e os prejuízos ao setor agrícola na região que somam mais de R$ 615 milhões, o deputado federal Afonso Hamm agendou reunião com o secretário nacional de Defesa Civil, general Adriano Pereira Junior, em Brasília.

Participaram do encontro: prefeitos e vereadores das regiões da Campanha, Zona Sul, Fronteira Oeste e Missões. A zona sul foi representada pelos municípios de Cerrito (prefeito José Flavio Vieira), Arroio Grande (prefeito Henrique Pereira), Chuí (prefeito Renato Martins, vereador Carlos Segovia, procurado municipal Hugo Borges e secretário de Saúde, Denilson Nunes), Jaguarão (prefeito Claudio Martins) e Pinheiro Machado (vice-prefeito Ronaldo Madruga).


Hamm relata que esse encontro foi para buscar minimizar os prejuízos dos municípios atingidos com as chuvas, em especial no setor agrícola e pecuário. O deputado assinala sobre a importância de o governo federal aportar recursos visando promover melhorias nas estradas vicinais que estão em péssimas condições de trafegabilidade para escoar a produção, assim como, tem impossibilitado que os alunos cheguem às escolas.

Alternativas

Ficou assinalado que os municípios que tiverem o decreto e a homologação da situação de emergência pela Defesa Civil e o reconhecimento nacional e que tiverem o plano de diagnóstico detalhado, poderão ser contemplados com recursos para o restabelecimento dos trechos críticos das suas estradas no interior, assim como, na recuperação de bueiros e pontes.

Na oportunidade, o secretário da Defesa Civil relatou os procedimentos que os municípios devem seguir para pedir a homologação da situação de emergência, com apresentação do plano de trabalho detalhado e com as imagens dos locais danificados. Após, com o cartão da Defesa Civil, que é liberado pelo Banco do Brasil, os municípios poderão receber os recursos disponibilizados. O general Adriano anunciou que neste momento, a Defesa Civil poderá disponibilizar horas/máquinas agrícolas nas estradas do interior ou para aquisição de óleo diesel, visando a recuperação das estradas municipais, assim como dos bueiros e cabeceiras de pontes.


Estavam presentes:
CERRITO - PREFEITO JOSÉ FLÁVIO VIEIRA;
PINHEIRO MACHADO – VICE-PREFEITO RONALDO COSTA MADRUGA;
CANDIOTA - PREFEITO E PRESIDENTE DA FAMURS – LUIZ CARLOS FOLADOR;
ARROIO GRANDE – PREFEITO LUIS HENRIQUE PEREIRA DA SILVA
JAGUARÃO – PREFEITO JOSE CLAUDIO FERREIRA MARTINS
CHUÍ – PREFEITO RENATO HERNANDEZ MARTINS
BAGÉ – PREFEITO LUIS EDUARDO DUDU COLOMBO DOS SANTOS
CAMPINAS DAS MISSÕES - PREFEITO ADEMIR RENATO NEDEL
QUARAÍ – VEREADORA FABIANA SALDANHA

Fonte: Assessoria Deputado Afonso Hamm

Data de publicação: 12/05/2016

Créditos: -

Créditos das Fotos: -

Compartilhe!